top of page
duv-idoso-faixa.jpg
duv-idoso-logo.png

PATROCÍNIO

nestle-health-science_footer.png

A importância da intergeracionalidade na saúde do idoso e nas relações sociais.


A definição de intergeracionalidade nada mais é do que as interações planejadas de grupos de pessoas com diferentes idades e em diferentes fases da vida. Nessas relações traduzimos as trocas de experiências de vida, valores e princípios. Diante dessas relações em diferentes contextos como com a família, sociedade e trabalho é que nos conectamos com o mundo e com diferentes sentimentos fortalecendo e resinificando os tipos de relações.

Pesquisas confirmam que a interação social e convívio com outros indivíduos de modo geral, melhoram o estado de humor e também promovem uma melhora na cognição da pessoa idosa, a seguir pontuamos mais alguns benefícios:

  • Quebra de preconceitos e paradigmas com relação ao processo de envelhecimento e velhice

  • Troca de experiências dos mais maduros com os mais jovens

  • Fortalecimento dos laços afetivos

  • Transferência de culturas e valores


Isso favorece a construção de uma sociedade mais respeitosa e tolerante.


Essas relações, através da atenção, carinho, afeto e atenção são favoráveis para incluir os idosos e ajudá-los a desenvolver suas potencialidades, valorizando esses indivíduos frente a uma cultura que o limita diante ao processo de envelhecimento. A troca de experiências entre as gerações cria um canal de comunicação que potencializa os aprendizados. Por exemplo, através do contato com as gerações mais velhas, os jovens podem desenvolver uma nova visão sobre a vida.


Tento conhecimento de todos os benefícios dessas relações, que tal estimulá-las no seu ambiente familiar e social? Seguem algumas dicas:


  • realizar atividades físicas ao ar livre com o idoso;

  • praticar atividades que estimulem a intelectualidade, como aprender a usar o computador;

  • atividades artesanais, passatempos e jogos.

  • permitir que a pessoa idosa faça tarefas em casa, incluindo incluindo todos na manutenção e organização da casa

  • fazer refeições com toda a família;

  • estimular os mais velhos a construir brinquedos com as crianças;

  • criar momentos de conversas e facilitar a comunicação entre diferentes faixas etárias

Há muito tempo a sociedade foi dividida fases, como a infância, juventude, fase adulta e velhice, isso a princípio gerou individualismo e distanciamento entre diferentes gerações e criou impactos negativos para ambos, que possamos ressignificar e valorizar todas as fases e entender o processo como algo contínuo onde sempre vão existir pontos positivos e negativos, sendo assim, que possamos usar a intergeracionalidade para nos apoiar, independentemente da fase que vivemos.

FONTE:

http://www.vigilantesdamemoria.com.br/blog/a-importancia-da-intergeracionalidade-na-saude-do-idoso

https://geridades.com.br/2021/10/16/voce-sabe-o-que-e-intergeracionalidade-entenda-os-seus-beneficios/

https://www.portaldoenvelhecimento.com.br/intergeracionalidade-das-relacoes-as-praticas-sociais/


APOIO

logo-abg-branco.png
logo-sbgg.png
logo-ashoka-branco.png
logo-acirmesp-branco.png
bottom of page