duv-idoso-faixa.jpg
duv-idoso-logo.png

PATROCÍNIO

nestle-health-science_footer.png

Comidas típicas juninas? Saiba como se deliciar sem prejudicar a saúde (e o bolso!)



Quando pensamos em alimentação saudável, existe um estigma muito forte que relaciona esse padrão de nutrição com um alto custo econômico. Mas será que, de fato, a ideia tem fundamento?


Nesse sentido, um dos caminhos para manter uma alimentação saudável e com baixo custo (principalmente em relação ao desperdício) é apostar nos alimentos da época! Além de serem economicamente interessantes, eles ajudam a criar um padrão de consumo mais sustentável, partindo do pressuposto de que isso poderia reduzir o impacto ambiental da dieta. Além disso, vale considerar que os alimentos sazonais costumam ser mais saborosos e frescos.


Por isso, já que estamos em junho, e as temperaturas já caíram consideravelmente, por que não apostar nas comidas típicas das festas juninas? Paçoca, pinhão, pé de moleque, milho, canjica… Hummmm! As opções para aquecer o corpo (e a alma!) nos dias frios são muitas!


Contudo, nem sempre esses alimentos podem ser consumidos facilmente pelos idosos, seja por condições de saúde ou dificuldades funcionais. De fato, durante o processo de envelhecimento, é comum que aconteçam reduções na capacidade funcional, desde a sensibilidade para os gostos até alterações na mastigação, que ocorrem por perda da força muscular ou pelas restrições vindas do uso de próteses dentárias.


Mas, calma, isso não significa que é preciso se privar dessas comidas tão deliciosas, que trazem consigo tantas memórias afetivas e culturais! Uma alternativa é buscar formas de modificar a consistência desses alimentos, tornando-os mais fáceis de serem mastigados. Por exemplo: em vez de consumir o amendoim cru ou na versão “pé-de-moleque”, que tal uma paçoquinha com o amendoim já triturado?


Além disso, para evitar prejudicar a saúde, tendo em vista que problemas crônicos, como diabetes, hipertensão e doenças cardiovasculares têm grande prevalência entre a população mais velha, é necessária uma atenção especial aos ingredientes! Sal, açúcar e álcool, por exemplo, podem vir em menor quantidade ou serem substituídos sem nenhuma redução no sabor.


Então, para ajudar na missão de preparar versões mais saudáveis dos pratos típicos, separamos a seguir 3 receitas para já começar a aproveitar essa época do ano deliciosa, confira a seguir.


Paçoquinha com aveia


1 xícara (chá) de amendoim torrado sem pele e sem sal 3 colheres (sopa) de aveia em flocos finos 4 colheres (sopa) de açúcar demerara 1 pitada de sal



Modo de preparo: Em um processador, triture o amendoim e a aveia até que forme uma pasta. Adicione o óleo de coco, o açúcar, o sal e bata para que fique homogêneo. Modele a massa em cilindros ou quadrados pequenos. Sirva sem seguida ou guarde em potinhos com fechamento hermético.


Vinho quente com suco de uva

1 colher (sopa) de cravo-da-índia

4 rodelas de gengibre

2 pedaços de canela em pau

1 xícara (chá) de suco de laranja

3 maçãs picadas





Modo de preparo: em uma panela grande coloque o açúcar, os cravos-da-índia, o gengibre e a canela. Deixe em fogo baixo até o açúcar caramelizar. Junte o suco de uva, o suco de laranja e as maçãs. Deixe ferver por 10 minutos ou até as maçãs ficarem macias. Adicione o suco de uva. Sirva em seguida, ainda quente.


Caldo verde

3 batatas grandes em cubos grandes (sem casca)

1 linguiça portuguesa pequena

1 colher (sopa) de azeite de oliva

½ cebola picada

1,5 litro de caldo de carne caseiro

½ maço de couve picada finamente

Sal a gosto

Pimenta-do-reino moída na hora a gosto


Modo de preparo: com uma faca, retire a pele da linguiça e corte em rodelas finas. Leve uma panela média ao fogo médio. Quando aquecer, adicione 1 colher (sopa) de azeite, as fatias de linguiça e deixe dourar por cerca de 5 minutos, mexendo de vez em quando. Reserve as linguiças douradas em uma tigela. Na mesma panela, acrescente o restante do azeite e a cebola. Adicione a batata, o caldo de carne e aumente o fogo. Deixe cozinhar por mais 25 minutos, ou até que as batatas fiquem macias. Assim que estiverem bem cozidas, transfira as batatas com o caldo para o liquidificador ou bata no mixer até formar um creme liso. Volte o creme batido para a panela, junte a couve picadinha e as rodelas de linguiça douradas. Deixe cozinhar em fogo baixo por cerca de 5 minutos, até a couve ficar macia. Tempere com sal e pimenta a gosto. Sirva em seguida.



Referências bibliográficas

DANIEL, C. Is healthy eating too expensive?: How low-income parents evaluate the cost of food. Soc Sci Med, 48:112823, Mar. 2020.


MACDIARMID, J. I. Seasonality and dietary requirements: will eating seasonal food contribute to health and environmental sustainability? Proc Nutr Soc.; 73(3):368-75, Aug. 2014.



APOIO

logo-abg-branco.png
logo-sbgg.png
logo-ashoka-branco.png
logo-acirmesp-branco.png