duv-idoso-faixa.jpg
duv-idoso-logo.png

PATROCÍNIO

nestle-health-science_footer.png

Doenças causadas pela falta de vitaminas (avitaminose)



As vitaminas são substâncias essenciais para o funcionamento adequado do nosso organismo. A deficiência de qualquer vitamina pode causar o aparecimento e agravamento de diversas doenças.


Avitaminose é o termo usado para um grupo de condições ou doenças causadas pela deficiência crônica ou a longo prazo de uma ou mais vitaminas.


Por diversos fatores, as deficiências de vitaminas são mais comuns na população idosa, contudo, podem estar presente em qualquer faixa etária. Podem estar relacionadas às doenças cardiovasculares, doenças autoimunes, câncer e doenças metabólicas.


Porém, as deficiências de vitaminas podem ser supridas com orientação nutricional ou com a suplementação, em doses consideradas adequadas por uma equipe de saúde

  • Vitamina D

A necessidade da vitamina D é suprida através da ingestão de alimentos como: salmão, sardinha, atum, gema de ovo, bife de fígado entre outros e pela exposição à luz solar. A reposição também pode ocorrer por meio de suplementação.


A deficiência desta vitamina influencia, principalmente, na regulação do metabolismo de minerais, em especial do cálcio, o que pode prejudicar a saúde óssea.


A população idosa apresenta maior risco à falta desta vitamina por vários fatores, como exemplos: falta de exposição solar e falhas alimentares. 

  • Vitamina C

A deficiência pode ser causada ao não ingerir uma quantidade suficiente de frutas e verduras. As pessoas podem se sentir cansadas, fracas e irritadas. A deficiência grave, chamada escorbuto, causa hematomas, problemas nas gengivas e nos dentes, cabelo e pele secos e anemia. 


Aumentar o consumo de frutas e verduras frescas ou tomar suplementos de vitamina C, com orientação profissional, corrige a deficiência.

  • Tiamina (B1)

Uma dieta baseada somente em farinha branca, açúcar e outros carboidratos altamente processados, pode causar deficiência de tiamina


No início, as pessoas com esta deficiência, apresentam sintomas vagos, como fadiga e irritabilidade, mas uma deficiência grave (beribéri) pode afetar os nervos, os músculos, o coração e o cérebro. 


A vitamina tiamina (vitamina B1) está amplamente disponível na dieta.

Boas fontes de tiamina incluem cereais integrais, carne (especialmente carne de porco e fígado), cereais enriquecidos, nozes, legumes e batatas.

  • Vitamina K

A vitamina K é necessária para a síntese das proteínas que ajudam a controlar o sangramento (fatores de coagulação) e, por isso, para a coagulação normal do sangue. Ela também é necessária para a saúde dos ossos e outros tecidos. Boas fontes de vitamina K incluem verduras de folhas verdes (como couve-galega, espinafre e couve-de-folhas) e óleo de soja e de canola. 

  • Complexo B

Alguns dos sintomas mais frequentes da falta de vitaminas do complexo B no organismo incluem cansaço fácil, irritabilidade, inflamação na boca e na língua, formigamento nos pés e dor de cabeça.


As vitaminas do complexo B servem para regular a produção de energia no organismo, manter a saúde do sistema nervoso, da pele, dos cabelos e do intestino. Além disso, elas são importantes para prevenir anemia e fortalecer o sistema imunológico.


Em sua maioria, as vitaminas B podem ser encontradas em vegetais, já que todas, com exceção da B12, são sintetizadas por plantas. Embora a maior parte dessas vitaminas seja proveniente de plantas, elas também podem ser indiretamente consumidas em produtos de origem animal como ovos, leite e carne. Podem também serem encontradas no arroz e feijão, soja, lentilha.

  • Vitamina A

A Vitamina A pode ser suprida através da ingestão de alimentos de origem animal e vegetal, tal como folhosos verdes, gema de ovo e leite. Sua importância merece destaque crucial no ciclo visual e na manutenção da integridade do globo ocular, uma vez que as lesões oculares decorrentes de sua falta se constituem na principal causa de cegueira noturna.  


Leve com você esta dica:

As vitaminas são essenciais para a manutenção das funções do organismo. Por isso, precisamos ter uma dieta equilibrada e procurar a equipe de saúde caso exista a necessidade de suplementação dessas substâncias, pois o excesso (hipervitaminose) pode ser prejudicial.

Fontes:

http://www.scielo.org.ar/pdf/abcl/v48n3/v48n3a07.pdf


https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/dist%C3%BArbios-nutricionais/vitaminas/defici%C3%AAncia-de-vitamina-c#:~:text=A%20vitamina%20C%20ajuda%20a,a%20curar%20queimaduras%20e%20ferimentos.


https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/dist%C3%BArbios-nutricionais/vitaminas/defici%C3%AAncia-de-tiamina?query=Defici%C3%AAncia%20de%20vitamina%20b1


http://www.scielo.org.ve/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-06222007000300002&lng=es&nrm=iso&tlng=pt


https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/dist%C3%BArbios-nutricionais/vitaminas/defici%C3%AAncia-de-vitamina-k?query=Defici%C3%AAncia%20de%20vitamina%20k


https://www.tuasaude.com/sintomas-de-falta-de-vitamina-do-complexo-b/ 



APOIO

logo-abg-branco.png
logo-sbgg.png
logo-ashoka-branco.png
logo-acirmesp-branco.png