duv-idoso-faixa.jpg
duv-idoso-logo.png

PATROCÍNIO

nestle-health-science_footer.png

Você sabe o que é o Março Azul Marinho?

A campanha do mês de Março Azul-Marinho é uma ação para conscientizar a população brasileira sobre os perigos do câncer colorretal e a importância da prevenção desta doença.


O câncer colorretal, também conhecido como câncer de intestino, cólon e reto é um tumor maligno que se desenvolve no intestino grosso, isto é, no cólon ou em sua porção final, o reto. Ele, quase sempre, se desenvolve a partir de pólipos, lesões que crescem na parede do intestino.


Segundo dados do INCA (Instituto Nacional de Câncer), esse tipo de câncer atinge homens e mulheres de forma semelhante, com incidência discretamente maior na população masculina. Os dados também apontam que os principais fatores relacionados ao maior risco do desenvolvimento do câncer do intestino são: idade igual ou acima de 50 anos, excesso de peso corporal e alimentação não saudável (ou seja, pobre em frutas, vegetais e outros alimentos que contenham fibras).

O consumo de carnes processadas (salsicha, mortadela, linguiça, presunto, bacon, blanquet de peru, peito de peru e salame, entre outras) e a ingestão excessiva de carne vermelha acima da quantidade recomendada também aumentam o risco para este tipo de câncer.

Outros fatores relacionados à maior chance de desenvolvimento da doença são o histórico pessoal ou familiar de pólipos, doenças inflamatórias intestinais ou câncer do intestino, além de tabagismo e consumo de bebidas alcoólicas.

O câncer colorretal é pode ocorrer de forma silenciosa e causa sintomas, em geral, apenas em estágios mais avançados.

Os principais sinais de alerta são:


● Sangue nas fezes

● Mudança do hábito intestinal (intestino preso ou diarréia)

● Dor ou desconforto abdominal

● Alteração na forma das fezes (fezes no formato de fita, achatadas, muito finas e compridas)

● Fraqueza e anemia

● Perda de peso sem causa aparente

● Massa (tumoração) abdominal


Se você tem algum desses sintomas, procure um serviço de saúde, pois esses sinais e sintomas também estão presentes em problemas como hemorroidas, verminose, úlcera gástrica e outros, e devem ser investigados para seu diagnóstico correto e tratamento específico.


Uma das principais formas de prevenção, além de manter um estilo de vida mais saudável, inclui o rastreamento da doença a partir de exames, como o exame de sangue oculto de fezes e/ou colonoscopia, que podem ser feitos em pessoas entre 50 e 75 anos de idade, mesmo que não apresentem sintomas.

Já diz a sabedoria popular que prevenir é melhor do que remediar.


Fonte:

https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-de-intestino

APOIO

logo-abg-branco.png
logo-sbgg.png
logo-ashoka-branco.png
logo-acirmesp-branco.png