top of page
duv-idoso-faixa.jpg
duv-idoso-logo.png

PATROCÍNIO

nestle-health-science_footer.png

Quais exames de rastreamento são recomendados e com que frequência devem ser realizados?


Os exames de rastreamento para câncer em pessoas mais velhas são como check-ups médicos específicos para verificar se há sinais precoces de câncer. Estes exames são importantes porque podem ajudar a detectar o câncer em estágios iniciais, quando é mais tratável. Os exames recomendados podem variar dependendo do histórico médico pessoal e das diretrizes médicas, mas aqui estão alguns dos exames de rastreamento mais comuns:


Mamografia: Este exame é fundamental para rastrear o câncer de mama em mulheres mais velhas. A frequência das mamografias pode variar, mas geralmente são recomendadas a cada dois anos após os 50 anos.


Colonoscopia: Essa é uma importante ferramenta de rastreamento para o câncer colorretal. A frequência desse exame pode ser a cada 10 anos, mas pode ser mais frequente para pessoas com histórico familiar ou outros fatores de risco.


Exames de Próstata: Homens mais velhos podem precisar de exames de próstata, como o PSA, embora a recomendação e a frequência possam variar.


Exame de Papanicolau: Este é importante para o rastreamento do câncer de colo do útero em mulheres. A frequência desse exame pode depender de vários fatores, incluindo a idade e o histórico médico pessoal.


É essencial conversar com seu médico sobre quais exames de rastreamento são adequados para você, com base em sua história de saúde individual. Esses exames podem ajudar a identificar o câncer em estágios iniciais, o que geralmente leva a melhores resultados de tratamento. Portanto, não deixe de discutir essas recomendações com seu médico e seguir as orientações adequadas.


APOIO

logo-abg-branco.png
logo-sbgg.png
logo-ashoka-branco.png
logo-acirmesp-branco.png
bottom of page