duv-idoso-faixa.jpg
duv-idoso-logo.png

PATROCÍNIO

nestle-health-science_footer.png

Prevenção de suicídio em idosos





A campanha de conscientização contra o suicídio ocorre no mês de setembro. O Setembro Amarelo é um mês para que as pessoas que pensam nisso tenham mais chances de buscar ajuda, fugindo do tabu.


Existe um jargão sobre o suicídio que diz que “no fundo, a pessoa não queria morrer, apenas se livrar da dor” e vê a morte como a única saída. Dados do Ministério da Saúde divulgados em 2017 apontam que o suicídio tem como elemento de risco o comportamento depressivo em 80% dos casos e anualmente o ato mata, no mundo, cerca de 800 mil pessoas, sem falar das vítimas sequeladas, que sobrevivem à tentativa.


No Brasil, os índices de suicídio têm aumentado, com atenção maior a população idosa. De acordo também com o Ministério da Saúde, dados divulgados em 2018, apontam para a alta taxa de suicídio entre aqueles com mais de 70 anos.


Atualmente, com a situação pandêmica pela Covid-19, a dinâmica do isolamento social pode elevar o risco de suicídio em duas a três vezes mais na população idosa e é frequentemente subnotificado. Na pandemia, alguns idosos podem apresentar mais dificuldades para enfrentar as situações de instabilidade, vivenciando o desamparo, a instabilidade de vínculos afetivos, econômicos e/ou políticos, angústia, tristeza profunda e solidão. Um estudo realizado em Hong Kong, sobre o impacto de doenças respiratórias como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS), identificou um aumento dos casos de suicídio entre idosos atrelado ao medo de contrair a doença e de ser um fardo para suas famílias durante a pandemia.


Caso esteja passando por essa situação, lembre-se: A SUA VIDA IMPORTA. Busque ajuda! Ligue 188, número do Centro de Valorização da Vida (CVV) que oferece apoio emocional, de forma voluntária e gratuita para todas as pessoas que precisam conversar, sob total sigilo, por telefone, email e chat 24 horas/dia, todos os dias. A procura por profissionais da saúde é necessária para o acompanhamento e tratamento adequados.


Conte também com a rede de suporte familiar e com os amigos. Não despreze a importância que você tem para si mesmo e o valor que representa para quem te quer bem. Cuide-se!


Fontes:

https://www.gov.br/ebserh/pt-br/hospitais-universitarios/regiao-centro-oeste/hujm-ufmt/comunicacao/noticias/10-de-setembro---dia-mundial-de-prevencao-ao-suicidio


https://www.fiocruzbrasilia.fiocruz.br/wp-content/uploads/2020/05/cartilha_prevencaosuicidio.pdf




APOIO

logo-abg-branco.png
logo-sbgg.png
logo-ashoka-branco.png
logo-acirmesp-branco.png