duv-idoso-faixa.jpg
duv-idoso-logo.png

PATROCÍNIO

nestle-health-science_footer.png

Dia Nacional do Diabetes



Segundo a SBD (Sociedade Brasileira de Diabetes) existem hoje no Brasil mais de 13 milhões vivendo com diabetes.


Diabetes é uma doença crônica na qual o corpo não produz insulina ou não consegue empregar adequadamente a insulina que produz. A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas responsável pela manutenção do metabolismo da glicose. Sua falta provoca dificuldade na metabolização da glicose e, conseqüentemente, diabetes. Caracteriza-se por altas taxas de açúcar no sangue (hiperglicemia) de forma permanente.


A Diabetes está dividida, de forma simplificada, em dois grupos: tipo I e tipo II.


Tipo I - é responsável por apenas 10% dos casos de diabetes e ocorre geralmente na juventude, entre os 4 e 15 anos, mas pode acometer até pessoas de 30 a 40 anos. Provocado pela falta de insulina, o seu tratamento consiste basicamente na administração regular de insulina para controlar a glicemia.


Tipo II - ocorre em adultos e idosos, geralmente com sobrepeso ou obesidade, sedentários e com histórico familiar de diabetes. O excesso de peso é o principal fator de risco para o diabetes tipo 2. A associação entre obesidade e diabetes tipo 2 é tão forte, que muitos pacientes podem até deixar de ser diabéticos se conseguirem emagrecer. Inicialmente, o diabetes tipo 2 pode ser tratado com medicações por via oral. Geralmente são medicamentos que estimulam a produção de insulina pelo pâncreas ou aumentam a sensibilidade das células à insulina presente.


A alimentação equilibrada e atividade física regular são fundamentais para o controle do diabetes por isso, a orientação de um nutricionista, educador físico e o acompanhamento médico são muito importantes.


Cuide-se bem!


Fontes:

https://www.diabetes.org.br/publico/

https://www.endocrino.org.br/



APOIO

logo-abg-branco.png
logo-sbgg.png
logo-ashoka-branco.png
logo-acirmesp-branco.png