duv-idoso-faixa.jpg
duv-idoso-logo.png

PATROCÍNIO

nestle-health-science_footer.png

Fevereiro Laranja: Prevenção da Leucemia


A leucemia é um câncer que acomete a medula óssea, onde se produz as células sanguíneas, que são os leucócitos (glóbulos brancos), as hemácias (glóbulos vermelhos), e as plaquetas.

O mês de fevereiro faz um alerta sobre a prevenção do diagnóstico e, também, ressalta a importância da doação de medula óssea.

Os sintomas iniciais da leucemia podem acontecer de formas diferentes para cada paciente, sendo comum o sangramento nas gengivas e no nariz, inchaço nos linfonodos (gânglios), fadiga (cansaço), dores pelo corpo e febre.

Uma vez confirmado o diagnóstico, o tratamento com quimioterapia tem a intenção de impedir que as células cancerígenas se reproduzam. Após o sucesso desta etapa, pode estar indicado o transplante de medula óssea.

O processo de transplante é relativamente simples e pode ter início com células do próprio paciente ou com as células de um doador.


A doação se inicia quando o doador procura o hemocentro de sua cidade, retira uma pequena quantidade de sangue e assina um termo de consentimento da coleta deste material. Seus dados são armazenados no banco de dados e se algum dia for compatível com um paciente que necessite do transplante, este doador é chamado novamante.

A doação é muito importante, pois a cada cem mil pacientes, apenas um doador é compatível com o receptor. Devido a essa estatística, quanto mais doadores existirem, maiores serão as probabilidades de compatibilidade entre as pessoas.

O transplante de medula óssea pode salvar muitas vidas.

Doe vida, doe medula óssea.

Fonte:

unimednortepaulista.com.br/noticias/fevereiro-laranja---mes-de-combate-a-leucemia-

APOIO

logo-abg-branco.png
logo-sbgg.png
logo-ashoka-branco.png
logo-acirmesp-branco.png