duv-idoso-faixa.jpg
duv-idoso-logo.png

PATROCÍNIO

nestle-health-science_footer.png

Hipertensão arterial: a inimiga silenciosa



A hipertensão arterial ou pressão alta pode ser uma inimiga silenciosa, pois nem sempre apresenta sintomas bem definidos. Ela atinge 30% dos adultos e essa porcentagem pode duplicar nas pessoas idosas.


Por isso, é importante conhecer os números da sua pressão. O primeiro número mede a pressão máxima exercida pelo coração à medida que ele se contrai para bombear sangue para o resto do corpo e refere-se a pressão arterial sistólica. Valores abaixo de 140 mmHg (ou 14) são considerados normais para adultos. O segundo número, ou o menor número, é a pressão arterial diastólica.


A pressão pode ser medida em casa com aparelhos automáticos vendidos em farmácias. Importante destacar que eles precisam ser calibrados de tempos em tempos. Sobre a freqüência de medidas: siga a orientação médica e, em geral, hipertensos bem controlados podem aferir a pressão 1 a 2 vezes por mês.


Quando a pressão estiver elevada, evite a auto-medicação e entre em contato com o médico. Dependo da situação, a orientação pode acontecer por meio de uma vídeo-chamada.


Vale sempre lembrar do tratamento não medicamentoso baseado numa alimentação saudável e equilibrada, evitando-se o excesso de sal e uma rotina de atividades físicas regulares. Para quem toma medicação contínua, a aderência é fundamental, pois a doença é de fácil controle, na grande maioria dos casos, mas não tira folga aos finais de semana.


A prevenção contra a hipertensão é vital, pois trata-se de um fator de risco que pode ser controlado, mas que pode agravar as doenças cardiovasculares. Cuide-se bem!


Fontes: https://www.sbh.org.br/como-medir-pressao/



APOIO

logo-abg-branco.png
logo-sbgg.png
logo-ashoka-branco.png
logo-acirmesp-branco.png